2/25/05

Uma grande barrigada de riso com amigos a contar histórias das que provocam dores abdominais e cãimbras nas bochechas. E se há coisa que me chateia na ideia da morte é isto- perder o sentido do humor...bom, ok para além do convencional (tipo, deixar de respirar e quê). Portanto dizia eu rir é fundamental à vida. Concordam certamente neste ponto. Minha última tertúlia de gargalhada entre amigos foi subordinada ao tema 'Assaltos'. Eis o resumo de algumas histórias:

Take 1: Jovem rapariga de ar respeitável ...como dizer?...uma beta dirige-se ao metro. Sozinha num raio de kms, sente algum medo. Jovem de ar pouco respeitável, como chamá-lo?... drogado portanto, vem de mansinho enrolando um charro. Pede trocos à jovem que (meio surda que estava) não ouviu à primeira...nem à segunda...bom, só percebeu à quarta. Já se sabe que neste país ninguém dá nada a ninguém à primeira e, apesar de não ter nada a ver, relembro aquela anedota que até vem a propósito...'Olha lá deste algum peido? E responde o outro: Dar? Eu? Só se me caiu!!!'. Adiante. Voltando ao cerne, já toda a gente percebeu onde isto vai parar certo? portanto posso passar à frente uns quantos frames »»»»»»»»» perante um tom mais ameaçador a jovem veste o ar de varina e diz-lhe assim' Olha lá e arranjares-me um calhauzinho NÃO????'. Imagine-se o espanto do carocho a olhar para a menina com botinha da moda! End of story: Fez-se negócio, ninguém roubou ninguém e no final o rapaz ainda lhe pediu o nº de telefone...que ela não deu claro. Negócios são negócios!

Take 2: jovem que sempre que ia para as explicações em zona duvidosa de Lisboa era abordado para o assaltarem. Já farto, mudou a estratégia. A partir daí sempre que apanhava um tentava doutriná-lo: Mas porque é que andas nesta vida pá? Tás a dar cabo de ti.(...) E eram eles quem ia embora.

Take 3: um jovem de colégio fino mas com aspecto de aluno de subúrbio vai na rua. é abordado por alguém que o quer assaltar. Resposta dele para o assaltante: 'Pá orienta-te aí bacano. Atão? Não vês que ando ao mesmo que tu? Safou-se.

Take 4: Depois de ter sido roubado um jovem entra no autocarro. Senta-se na fila de trás junto à janela. Entra um gang numeroso. Sentam-se na parte de trás do autocarro encurralando-o. Começa o jogo de terror psicológico: 'Olha um betinho!!!!Bem o podíamos catar..não está ninguém dentro do autocarro e os que estão são uns PANASCAAAAAAAAS!!! (provocando os poucos passageiros que se faziam de surdos)... Este bem podia gritar que não lhe servia de nada...'e por aí fora. Profundamente irritado com a sua sorte naquele dia, e ja por tudo, o rapaz insurge-se:

- pá, não vos adianta de nada que acabei de ser catado agora por isso não tenho nada comigo
-O quê? A sério?Tás a gozar?
- Roubaram-me o relógio e o dinheiro
- Então mas onde é que isso foi?
- Foi em sítio (tal)
- Pois pá fizeste mal prá próxima vais por (...) E tens de arranjar umas destas (Saca de um facalhão de mato de tamanho porcamente ilegal) E para a próxima vez que te fizerem alguma vais a sítio X e chamas por mim... ó pessoal já conhecem aqui o não-sei-quantos...é um beto fixe!!! (Fazem-se amizades das formas mais estranhas)

Isto tudo para vos dizer que no fundo o ladrão é gente boa. Aliás numa atitude de respeito por esta classe profissional proponho aqui uma alteração: utilizemos antes a expressão 'amigos do alheio'. É mais bonito e dignificante.

10 comments:

whitesatin said...

Grande moral, sim senhora. Hehehe Acho que vou adoptar o último conselho. LOL A tua boa disposição já me fez rir um bocadinho também. Deu pra suavizar os efeitos nefastos de estar a trabalhar :)

chavininha said...

Brilliant! ;)

Andreia said...

Epá eu adoro essa sensação de boxexas a corar de tanto rir! (Até parece que andámos nos copos errrr lol, se bem que ás vezes andámos mesmo).

Adorei todos os takes e imaginei-os na minha mente, realmente é hilariante e ditos entre pessoal que se conhece e é amigo, do melhor! ;)

Pyny said...

Esses takes tirados da vida real são do melhor....é bom manter os amigos próximos e os inimigos mais próximos ainda..:P

Elora said...

Rir nem sempre é fácil.

Elora said...

Rir nem sempre é fácil.

Elora said...

Rir nem sempre é fácil.

A tragedy in progress said...

Ah ah ah tá genial. Parabéns. Fartei-me de rir *

A tragedy in progress said...

ah ah ah genial. Fartei-me de rir, parabéns *

Anonymous said...

LOOOOOOOOOOOOOOL sinto-me um tanto ao quanto ridicula e repetitiva cada vez k comento os teus post mas....ahahhahahah só me dá pa rir LOOL porcamente ilegal é lindo :| LOL enfim enfim